Os maiores erros ao criar uma rede social para sua empresa

Os maiores erros ao criar uma rede social para sua empresa

Índice

É inegável que as redes sociais têm um poder gigantesco para empresas de qualquer segmento! Quando uma empresa aprende como lidar de forma inteligente nas redes sociais, ela sai disparado na frente da concorrência.

Para que sua empresa dispare na frente dos seus concorrentes, é preciso evitar alguns erros que comumente são cometidos. Ao evitar esses erros, você sabe exatamente o que NÃO FAZER.

É exatamente por isso, que preparei uma lista com os 10 maiores erros ao criar uma rede social para sua empresa, assim você vai ter um guia de tudo que não deve ser feito!

1. Não ter uma estratégia

Antes de qualquer coisa, você precisa definir sua estratégia de marketing nas redes sociais, e ela precisa ser bem definida. Com uma estratégia em mãos, você saberá exatamente o que deverá ser feito.

Na hora de definir sua estratégia, você pensa nas ações que deverão ser executadas em cada uma de suas redes sociais.

Se você simplesmente fizer ações de forma aleatória, você não terá os resultados que espera. Além disso, junto com a estratégia, você deve definir seu público-alvo.

2. Escolher as redes sociais erradas

A maioria das pessoas acha que começar uma estratégia nas redes sociais é criar uma página no Facebook e no Instagram, mas a verdade é que nem sempre essas são as redes sociais mais adequadas para a sua empresa.

Por mais que essas sejam as redes sociais mais acessadas do mundo, é preciso entender se o seu público está lá. Existem públicos específicos para cada rede social, por isso a importância de conhecer quem é o seu público-alvo.

Entenda que seu objetivo deve ser falar com quem quer ouvir seu assunto, e não para um público gigante que vai te ignorar.

3. Focar apenas nas redes sociais

Eu sei que estamos falando exclusivamente de redes sociais, justamente porque elas são fundamentais para o sucesso de qualquer estrategia. Mas entenda que elas não podem ser a única ação feita pela sua empresa, afinal o marketing vai muito, além disso.

Enquanto você utiliza as redes sociais, é importante realizar outras ações como: artigos em blog, e-mail marketing, anúncios online, ter um site e tantas outras possibilidades.

Essa junção de estratégias faz com que sua empresa seja mais presente no digital, além de oferecer muito mais conteúdo relevante para a sua audiência.

4. Ignorar seu público

Eu já mencionei o quanto é importante você estar nas redes sociais que seu público realmente está, lembra? Então, isso porque seu objetivo é conseguir a interação tão desejada com esse público, iniciar uma conversa.

Toda conversa acontece com duas ou mais pessoas, do contrário vira um monólogo. Com isso, é importante dar atenção ao que seu público fala, isso quer dizer: responder comentários, as mensagens, as curtidas, sempre responda a qualquer interação.

Vale destacar que essa resposta precisa ser rápida, de preferência quase que instantaneamente.

5. Achar que só anuncio funciona

A grande maioria das redes sociais, se não todas elas, permitem que você faça anúncios. O que vai te ajudar a alcançar números bem maiores em comparação com a estratégia orgânica, de forma bem econômica no geral, e com possibilidade de monitoramento dos números.

Os anúncios online te permitem entender quantas pessoas viram seu anúncio, quantos reagiram a ele, e quantos foram para o seu site. Informações bem valiosas.

No entanto, as redes sociais têm como foco o lazer, passar o tempo. E focar apenas em anúncios, pode cansar, e trazer uma visão errada da sua empresa diante do público. Além de vender, dê conteúdo relevante.

6. Produzir conteúdos sem graça

Ainda no tema conteúdo: esse é o último ponto citado no item anterior, que precisamos continuar aqui.

Nada de postar coisas aleatórias do seu segmento, a ideia é postar coisas uteis para o seu público, coisas que serão interessantes, que poderão ajudar e contribuir, e não apenas preencher espaço.

Uma boa ideia é entender oque converte mais, o que seu público quer ver? Tente fazer além do que a concorrência já faz, isso pode configurar seu conteúdo apenas como mais um, entre muito.

7. Não observar a concorrência

Esse é um ponto que muitos acabam ignorando, mas é bem importante quando o assunto são as redes sociais. Quando você entende o que a concorrência está fazendo, e o que está dando certo e errado, você tem um norte do que pode e não pode fazer.

Observar a concorrência te dá uma visão de mercado, e pode gerar bons insights.

8. Copiar a concorrência

Veja bem, é super importante observar a concorrência para saber o que fazer, mas copiar não é uma boa ideia. Fazer melhor sim!

Pense como a sua audiência, você gostaria de ver um conteúdo que já viu em várias outras páginas? Provavelmente vai apenas ignorar.

Você pode sim pegar inspirações e fazer coisas ainda melhores e completas. Pegue um assunto abordado e se aprofunde, torne mais interessante e completo, dê o que a concorrência esqueceu.

9. Não construir uma frequência de postagem

Sabe quando você assiste uma temporada inteira de uma série que amou e ela é simplesmente cancelada? Basicamente é isso que você faz com seus seguidores.

Você pode até entregar um conteúdo incrível, mas vai perder esse mesmo publico porque não entrega com a mesma frequência inicial, ou não ter nem ao menos uma frequência inicial.

Gere uma quantidade minima de 2 postagens por dia, que podem variar entre feed, reels e stories.

10. Não avaliar as métricas

Imagina fazer todo esse trabalho que te orientei até aqui, e simplesmente ignorar os resultados? Não faz sentido, né? Mas quando você ignora as métricas, é isso que você faz.

Todas as redes sociais oferecem boas ferramentas que te ajudam a entender os resultados, e analisar o que está dando certo ou não. Com base nessas informações, pode avaliar o que deve ser aperfeiçoando e o que deve ser descontinuado.

Gerando assim, resultados ainda melhores!

Escrito por:
Ana Martins
Ana Martins

Compartilhe este conteúdo

Tags do conteúdo